Wednesday, December 10, 2008

Sociedade Disciplinar x Sociedade do Controle

A discussão da aula de hoje versou sobre as questões de controle e vigilância. Foucault, citado por Gilles Deleuze no artigo Post-Scriptum sobre as sociedades de controle, discorria sobre uma sociedade estruturada, a ordem das coisas, do tempo, disciplinar em que tinha como principal meta concentrar estratégias de disciplina e confinamento de massas-individuos. Instituições como escolas, fábricas, hospitais entre outros, faziam o papel de implementação destes mecanismos.
Nas sociedades contemporâneas, este tipo de estrutura analógica não suporta mais as mudanças ultra-rápidas na forma como esta se desenvolve em um ambiente numérico, informático. O questionamento de Deleuze é de que houve um movimento, uma crise da sociedade disciplinar para a sociedade de controle.

O Trata-se de um texto pequeno, mas com análises profundas e emblemáticas sobre a sociedade contemporânea, cibercultura, vigilância, panopticon. Deleuze coloca em confronto a sociedade disciplinar com a sociedade de controle (caracterizada pelo digital, númerico) ou como o próprio descreve "não é uma evolução tecnológica sem ser, mas profundamente, uma mutação do capitalismo. É uma mutação já bem conhecida que pode ser resumida assim: o capitalismo do século XIX é de concentração, para a produção e de propriedade. [...] mas o atualmente o capitalismo não é dirigido para a produção [...].É um capitalismo de sobre-produção".
Deleuze nos diz ainda que:

"Nas sociedades do controle, ao contrário, o essencial não é mais uma assinatura e nem número, mas uma cifra: a cifra é uma senha, ao passo que as sociedades disciplinares são reguladas por palavras de ordem (tanto do ponto de vista de integração quanto de resistência)".

Labels: , , ,

0 Comments:

Post a Comment

<< Home